14 janeiro 2009

Ronaldo no topo

Cristiano Ronaldo venceu o prémio que mais desejava. Mais do que os 3 troféus colectivos (Campeonato Inglês, Liga Campeões Europeus, Campeonato Mundo Clubes) e mais do que os 13 troféus individuais (melhor marcador inglaterra, bota de ouro, bola de ouro, etc) que venceu em 2008.

Talvez seja o futebolista que mais mereceu ser nomeado melhor do mundo pela FIFA, desde que foi instaurado o prémio. Isto porque no mesmo ano ultrapassou todos os limites, venceu tudo o que havia para vencer e quebrou vários recordes. Não foi nenhum lobby que o nomeou

O país (quase todo) ficou feliz pela sua conquista, que mais uma vez leva o nome Portugal a um patamar elevado, onde poucos conseguem chegar. Ronaldo é reconhecidamente o português mais popular do mundo, e ninguém mais do que ele promove Portugal.

Apesar de ser uma das pessoas mais famosas do mundo, é um exemplo de humildade, não esquecendo os amigos, a família e a sua terra. Algo que ficou provado na 2ª feira, com o seu telefonema em directo para o programa "Prós e Contras" da RTP.

Acusam-no frequentemente de não ter conseguido ter bons desempenhos na selecção nacional. Contra isso falam os números: 60 jogos e 21 golos com apenas 23 anos. Sabendo que o melhor marcador (Pedro Pauleta) tem 47 golos marcados, não parece dificil que Ronaldo se torne, mais uma vez, no melhor de sempre.

2 comentários:

Ricardo Rocha disse...

Apesar da minha costela portista, pelo menos acontece algo que nós traz um pouco de alegria.

pedro oliveira disse...

É o melhor do mundo(ponto final)!