15 janeiro 2009

Ora nem mais

Não posso concordar mais com o Pedro Lomba:

"Fazer de Portugal um sítio governável implica actuar sobre as causas que há dez anos nos impedem de crescer e sair da estagnação. Que valor pode ter um Governo de maioria absoluta, do PS ou do PSD, que se mostra incapaz de afrontar os problemas essenciais do País e de abrir perspectivas? A estabilidade depende dessa coragem e não das maiorias absolutas."

6 comentários:

Ricardo Rocha disse...

Caro Luís
Enquanto os políticos não ocuparem os cargos públicos com espírito de missão, o país não sai do marasmo em que se encontra.
Salvo raríssimas excepções, os políticos servem-se dos cargos que ocupam na administração como trampolim para vôos mais altos.
Não faltam exemplos. Muitos dos nossos ex-governantes ocupam actualmente altos cargos na economia portuguesa, e alguns deles são de competência duvidosa.
Os dois principais partidos políticos portugueses estão a abarrotar de boys à espera de uma oportunidade.
cumprimentos

Luis Melo disse...

Caro Ricardo,

Não posso concordar mais, o que falta mesmo é o espírito de missão.

Infelizmente a maioria anda atrás do tacho e não quer saber do país.

Ricardo Rocha disse...

Caro Luís

E tu?
Não andas atrás do tacho?
Por acaso queres saber do país?

Luis Melo disse...

Caro Ricardo,

Não me lembro de o ter tratado por tu. Mas não tem importância, esteja ávontade.

Eu tenho um emprego onde estou bem e vou continuar. Não tenho, nem nunca tive, nenhum lugar na política. Já fui convidado e rejeitei.

Não sei o que o leva a dizer essa barbaridade "Não andas atrás do tacho?"

Mas enfim...

Ricardo Rocha disse...

Caro Luís
Acabo de ver que apareceu alguém com nome Ricardo Rocha , mas esse comentário não é meu.
Não sei como é possivel mas posso garantir que não é meu.
Há um pormenor que me chamou à atenção: O nome Ricardo Rocha está a preto e se clicar nesse nome, não vai ter à pagina do meu perfil, com acontece quando clica no verdadeiro Ricardo Rocha em cor azul.
Só tenho a lamentar o facto de alguém utilizar o meu nome e fazendo comentários com os quais não me identifico.
cumprimentos

Luis Melo disse...

Caro Ricardo,

Tem toda a razão. Deve ser um engraçado anonimo que tem enviado insultos diariamente.

Obviamente não tenho publicado insultos. Mas como vi o seu nome (que é habitual comentador) publiquei.

Ele aproveitou-se obviamente do seu nome para ver o comentário (despropositado) publicado.

Mais uma vez, prova a falta de carácter que ele tem. Enfim... não se preocupe