16 janeiro 2009

Até onde vai Sócrates?

A propósito da ida dos alunos do Colégio Militar a S.Bento, e no seguimento da polémica que se instalou, falei com o ex-aluno nº 365/61.

A 6 de Janeiro, no dia em que os alunos cantaram as janeiras a José Sócrates, a RTP "mostrou imagens de um coro de alunos do Colégio Militar e dos Pupilos do Exercito, todos juntos e com guitarras, a tocar e a cantar uma música de Natal para o Primeiro-Ministro, no jardim à porta do palácio de S. Bento."

Indignado com o que viu, o 365/61 diz que "Sobressai, logo no início da intervençao, a ‘gafe’ de Sócrates chamando General ao Ministro, agradecendo e fazendo votos de querer voltar a vê-los no próximo ano e no mesmo local. Afirmação que, mais do que partidária, é de um baixo cariz eleitoralista!"

Perguntei como viu aquela situação: "Na altura, não gostei mesmo nada. Para mim, tratou-se de uma iniciativa nada de acordo com os cânones que sempre regeram estas duas importantes e vetustas Instituições de base Educativa, mas principalmente conduzidas por códigos de Honra e de Carácter, em base Militar" [...] "Instituições de elite que tantos Ilustres Portugueses já formaram. Deixando marcas para sempre a todos os que por lá passaram e que hoje se assumem como os Ex-Alunos."

Alinhando pelo diapasão dos restantes ex-alunos: "para qualquer ‘Menino da Luz’, é mesmo muito triste, ficamos verdadeiramente estupefactos e produz uma forte revolta interior, vermos que levem alunos do CM e do PE a prestar-se a cenas tão indiciadoras de posturas de uma subserviência e de uma bajulação que nunca aceitamos de forma nenhuma."

E concluindo em jeito desiludido: "Mas, é assim. Ao que chega a utilização partidária e egocentrismo destes senhores. Tudo serve para ser utilizado a seu bel-prazer sem olhar a meios nem a consequências, desde que sirva os seus interesses."

3 comentários:

AP disse...

Essa é a pergunta que todos fazemos!
E que a todos deve preocupar... e muito.

Luis Melo disse...

Caro AP,

Espero que, em questão de tempo, só vá até Outubro de 2009.

Como falta já pouco tempo, pode ser que, em questão de asneirada, não vá muito mais longe do que isto.

Carla Coutinho disse...

Caro bloguer

Os dois últimos parágrafos (que reproduzo) são verdadeiramente assustadores do caminho que está a ser trilhado:
"ficamos verdadeiramente estupefactos e produz uma forte revolta interior, vermos que levem alunos do CM e do PE a prestar-se a cenas tão indiciadoras de posturas de uma subserviência e de uma bajulação que nunca aceitamos de forma nenhuma."
"Mas, é assim. Ao que chega a utilização partidária e egocentrismo destes senhores. Tudo serve para ser utilizado a seu bel-prazer sem olhar a meios nem a consequências, desde que sirva os seus interesses."

Este caminho que está a ser seguido por estes políticos é lamentável e revela os podres deste poder.
Espero que a mudança não tarde.

Cumprimentos