02 julho 2009

República das bananas III

Ainda uma 3ª vez, pela primeira vez na história da democracia portuguesa desde 1974, um Ministro (Manuel Pinho), sentado na bancada do Governo, na Assembleia da República, faz "chifres" para a bancada de um partido da oposição (PCP).

Confrontado com a situação, pelos jornalistas, Manuel Pinho fugiu e não respondeu. Já não tenho palavras para adjectivar este tipo de comportamentos dos membros do Governo.

6 comentários:

André Miguel disse...

V-E-R-G-O-N-H-O-S-O!!!
Se isto fosse uma democracia a sério aquele senhor era demitido ainda hoje.

Luis Melo disse...

Plenamente de acordo.

Nuno Castelo-Branco disse...

Se estivéssemos em Tóquio, seria bem pior: o louçã já há que tempos tinha levado na cara. Sempre queria ver-vos a aturar a prosápia do gajo!

Daniel Santos disse...

Este já não chateia mias.

psiubest disse...

Estão a falar do Alberto João Jardim?

Ou aquilo que ele faz e diz não é vergonhoso também?

Luis Melo disse...

Caro Nuno,

Ainda bem que não estamos em Tóquio. Para vergonha já chega o que temos cá.

Caro Daniel,

O mais importante é que não prejudica mais as empresas portuguesas, com a incapacidade e falta de políticas.

Caro Psiubest,

Não. Estamos a falar do Manuel Pinho. Mas na tua opinião, o que AJJ faz desculpa o que Pinho fez? Ou vice-versa? Parece-me que não.

O Problema deste país é esse. Quais criancinhas, tentamos desculpar-nos sempre com as asneiras dos outros... "ele também fez!!"