14 abril 2009

Paulo Rangel é o ponta-de-lança


Paulo Rangel é um homem do norte. Humilde, sério, íntegro, trabalhador e coerente. É uma cara nova da política e do PSD, mas tem reconhecidas capacidades políticas. Domina todos os dossiês e tem uma boa relação com o mediatismo. A sua imagem é boa junto do eleitorado e isso gera confiança. Um bom candidato numa eleição importante para o PSD e para Portugal. Sem dúvida irá representar muito bem o nosso país e os nossos interesses junto da UE.

7 comentários:

Anónimo disse...

A montanha pariu um rato. Mas gordo.
Com um candidato destes, até o rato Mikey ganhava.
Jorge Ribeiro.

mfm disse...

É um homem sério e inteligente, segue uma linha politica coerente com o partido que vai representar ao contrário de outros que professam opiniões contrárias em relação ao partido que representam.

notoj@l disse...

O problema pode mesmo ser a seriedade de Paulo Rangel, onde já se viu um politico sério?
Quanto à Senhora ela é que devia ser a candidata e ir para o PE, ficavamos bem melhor sem ela,pois é o rosto de um passado recente melhor seria o Pedro Passos Coelho para dar luta ao Sócrates.

Anónimo disse...

Claro que o homem só tem qualidades. Para alguém ter qualidades para dar e vender basta ser do PSD.

Enfim...
é a mentalidade deste país o que é que se há-de fazer.

João Lima

Luis Melo disse...

Caro João Lima,

No seu périplo pelos blogues que o senhor acha que são do PSD, passou por aqui. E sem sequer pensar duas vezes, atacou de forma que não tem sentido.

Alguém disse que sendo do PSD só se tem qualidades? Onde é que esta isso escrito? O que aqui faço é uma análise ao Paulo Rangel. Já fiz outras, menos positivas a outros membros do PSD.

Mas nessa altura não lhe interessou. Enfim...

Anónimo disse...

Então o Vital Moreira não é "Humilde, sério, íntegro, trabalhador e coerente"?
Tem uma ideia vincada e clara sobre a europa que está bem expressa no seu blog.
Onde está a ideia da europa de Paulo Rangel ?(claro domina todos os dossiers, evidentemente).
Quais é q foram as eleições em que mostrou a sua imagem junto do eleitorado?
Por fim, uma qualidade importante "é um homem do Norte".
Fiquei esclarecido quanto aos critérios a observar...
enfim...

João Lima

António Lopes da Costa disse...

É um ponta de lança que, não sendo um goleador, tem fome de marcar. Mas, na minha opinião, mais do que a importância da escolha do ponta de lança, é a relevância de vermos que o PSD, desta vez, não vai jogar num 4x4x2 lonsângo, chato e pouco eficaz.
O PSD, desta vez, preferiu jogar ao ataque. Por seu lado, os socialistas vão jogar aquele jogo feio de uma equipa que, partindo em vantagem (de acordo com as sondagens), tudo vai fazer para que o tempo passe e que não sofra golos.
Vamos ver quem leva a melhor, desta vez. Esperemos que seja o PSD, para bem do País. E da Europa.

Um abraço