06 março 2009

Degradação da Democracia

Num debate na AR, os deputados Afonso Candal (PS) e José Eduardo Martins (PSD) envolveram-se numa acesa discussão. Tudo terminou com um troca de palavras imprópria que em nada dignifica os deputados.

Afonso Candal, acusou objectivamente o deputado do PSD, de ter uma determinada opinião, devido aos interesses pessoais no assunto. José Eduardo Martins revoltou-se e, fora de si, proferiu os impropérios.

1. Afonso Candal devia preocupar-se com os interesses dos portugueses, já que foi para isso que o elegeram, e não com os hipotéticos interesses pessoais de qualquer deputado.

2. José Eduardo Martins, mesmo ferido na sua honra, deveria ter pedido a palavra para defesa da mesma, em vez de gritar palavrões. Atitude que em nada dignifica a AR.

Para mim, este tipo de episódios são - a par da corrupção dos políticos, da sua profissionalização e da falta de sentido de missão - uma das grandes razões para que a nossa democracia se degrade de dia para dia.

2 comentários:

AP disse...

Qualquer dia parecemos um parlamento de um país asiático onde as cenas de pugilismo abundam!
Simplesmente vergonhoso.

Ricardo Ferreira disse...

Caro. Caso não saiba, o deputado José Eduardo MArtins já é conhecido por cenas destas.

Não o queira desculpar com o ferimento na honrA.

A parcialidade é legítima, mas deve ser reconhecida pelo próprio.