19 fevereiro 2009

Ajuntamento homosexual II

"Não os move apenas, nem sobretudo, a vontade de casar mas a oportunidade de serem equiparados aos casais heterossexuais, de adquirirem o mesmo estatuto e a mesma existência. Os homossexuais estão convencidos de que só há um caminho para atingirem a capacidade plena: um confronto final com os heterossexuais sobre o casamento". Pedro Lomba no DN

2 comentários:

AP disse...

Ora ai está uma grande verdade. Nem mais.

Ricardo Rocha disse...

Sou heterosexual com descendência, e não estou minimamente preocupado que os homosexuais tenham direitos que até agora têm sido exclusivos daqueles que são casados. Ainda há pouquissimos anos as uniões de facto, praticamente não tinham direitos. Felizmente foi feita justiça. O mesmo irá acontecer com aqueles que têm prefência por outros do mesmo sexo. É uma questão de tempo. A justiça será feita. Só falta saber é quando.
Onde foi que eu ouvi algo semelhante?